Não há mais espaço para Deus nas teorias sobre o surgimento do universo

Stephen Hawking é um dos principais autores científicos do mundo
Stephen Hawking é um dos principais autores científicos do mundo

O cientista britânico Stephen Hawking afirmou em seu novo livro que não há mais espaço para Deus nas teorias sobre o surgimento do universo. Para ele, o Big Bang foi simplesmente uma consequência da lei da gravidade.

“Não é necessário que evoquemos Deus para iluminar as coisas e criar o universo”, afirmou o estudioso. O livro, que teve trechos divulgados nesta quinta-feira, será publicado em partes no jornal “The Times”.

Enquanto em seu best-seller “Uma breve história do tempo”, publicado em 1988, o cientista sugeria que a ideia de que um Deus ou ser divino não é necessariamente incompatível com a compreensão científica do universo; em “The grand design”, seu novo trabalho, isso é negado devido à descoberta de um planeta que orbita uma estrela fora do Sistema Solar – sendo esse um marco contra a crença de Isaac Newton de que o universo não poderia ter surgido do caos.

“Por haver uma lei como a gravidade, o universo pode e irá criar a ele mesmo do nada. A criação espontânea é a razão pela qual algo existe ao invés de não existir nada, é a razão pela qual o universo existe, pela qual nós existimos”, comenta.

Fonte: AFP

6 comentários em “Não há mais espaço para Deus nas teorias sobre o surgimento do universo

  1. Affe muito hipócrita , de pensar que que um nada explodiu e então do nada foram surgindo
    os animais e as espécies tanto na fauna quanto na flora , não Obrigado prefiro acreditar que tudo foi criado por Deus

    Curtir

    1. Olá Daniel. Não se trata de hipocrisia, quanto mais acesso à informação você possuir, mais percepções você têm sobre o mundo à sua volta. A crença é um produto cultural que atravessou o tempo e chegou até nós por meio dos veículos de comunicação, mas não possui embasamento científico, ao contrário, é puramente o senso comum tentando explicar coisas que estão muito distantes desse critério de análise. O universo nasceu de um ponto matemático infinitamente denso chamado de singularidade, foi graças a essa singularidade que estamos aqui! Mas essa singularidade não teve vontade própria para criar o Universo, que foi apenas uma consequência do desenrolar dos fatos, se tivesse aí sim você poderia chamar de Deus.

      Curtir

      1. Há muito tempo venho estudando o que é Deus/Ser/Cosmos/Nada e as conclusões são as seguintes:

        Deus = A (tudo), igualar a tudo é um completo absurdo de sentido.
        Deus = N (nada), idem.
        Deus = Null (nulidade), está correto! É anular uma concepção errônea por falta de melhor significação.
        Ente = Nós (qualificativo filosófico).
        Ser = L(E), o ser está no limite de todas as nossas possibilidades (qualificativo filosófico).
        Universo = L(EC), o universo está no limite da expansão do espaço/tempo (qualificativo físico cosmológico).
        Possibilidade Multiverso = P(M), múltiplos universos.
        Nada = {}, apenas um conjunto vazio.
        Singularidade = R{.}, no sentido cosmológico pode ser definido como a ruptura de algo.

        Segue as perguntas:

        Deus existe?

        Deus = Null, melhor qualificativo – anular (nadificar) o termo para evitar redundâncias e circularidades de sentido.

        Qual o limite do Ser?

        O limite do Ser é igual ao limite de todas as possibilidades do Ente!

        Quando o Ser acaba?

        Quando for nadificado, isto é, quando deixar de existir ou na morte no Ente!

        Onde está o limite do Universo Observável?

        Está no limite de sua expansão, hoje é da ordem de 45 bilhões de anos luz: http://www.astronoo.com/pt/artigos/tamanho-do-universo.html

        O que havia antes ou depois do universo?

        A possibilidade do multiverso!

        O que há entre dois Universos?

        A possibilidade do Nada!

        Analisando mais à fundo esses termos, podemos concluir que o Nada aparece nos seguintes qualificadores: Matemático, Físico, Filosófico.

        O Nada atua como se fosse uma singularidade tangente em relação ao existente, vindo a substituir as condições anteriores/posteriores de qualquer enunciado cuja complexidade seja extrema.

        Para compreender melhor os termos matemáticos das singularidades e cirurgias, recomendo a leitura da prova das possibilidades de cirurgias matemáticas neste trabalho exemplar: Fluxo de Ricci e a Conjectura de Poincaré – By John Morgan, Gang Tian: https://rcristo.com.br/2014/01/01/fluxo-de-ricci-e-a-conjecture-de-poincare-by-john-morgan-gang-tian/

        Pensamento = S(RN), o pensamento é o resultado do somatório de nossas redes neurais, é por intermédio dessas redes que o pensamento segue um fluxo constante de aprendizagem ilimitada. O gerador de nosso pensamento é o cérebro e sua reflexão está em nossa consciência cuja posicionalidade pode ser melhor compreendida pelo estudo dos espaços a seguir.

        Compreensão dos espaços:

        Espaços topológicos: https://pt.wikipedia.org/wiki/Espa%C3%A7o_topol%C3%B3gico
        Espaço de Hilbert: https://pt.wikipedia.org/wiki/Espa%C3%A7o_de_Hilbert
        Espaço de Hausdorff: https://pt.wikipedia.org/wiki/Espa%C3%A7o_de_Hausdorff

        Para novas reflexões sobre o Universo recomendo este livro: The Big Picture – Sean Carroll Epub: https://drive.google.com/open?id=0B-IzSwsM47necmMzR29GMmxfMGM

        Sean Carroll explica o significado natural do cosmos.

        Curtir

  2. 14 Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
    1 Coríntios capítulo 2 versículo 14

    Curtir

    1. Prezado Ricardo Santos,

      a espiritualidade é um sentimento de pertencer a algo maior que nós mesmos, mas não podemos estendela para explicar nossas origens. O universo não está sujeito aos nossos desejos, vontades e sentimentos. Somente a razão é aplicável na compreensão da complexidade do cosmos. Abs.

      Curtir

Deixe uma resposta para Jaque Murilo Rodrigues Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.