Sueco Tomas Tranströmer ganha prêmio Nobel de Literatura 2011

O poeta sueco Tomas Tranströmer, anunciado nesta quinta (6) vencedor do Nobel de Literatura (Foto: AP)

Sueco Tomas Tranströmer ganha prêmio Nobel de Literatura 2011. Anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (06) em Estocolmo. Poeta de 80 anos é natural da mesma cidade e anúncio agradou plateia.

Anunciado na manhã desta quinta (6) vencedor do Nobel de Literatura 2011, o poeta sueco Tomas Tränstromer não tem livros editados no Brasil – nem livros traduzidos para o português. Ainda assim, é o poeta mais traduzido da Suécia.

O trabalho surrealista de Transtörmer sobre os mistérios da mente humana fizeram dele um dos escritores escandinavos mais importantes desde a 2ª Guerra Mundial. Em 1990, o escritor sofreu um derrame que o deixou parcialmente paralisado e sem conseguir falar. Mas Transtörmer segue escrevendo e publicou um livro de poemas em 2004.

O sueco era um dos favoritos para o Nobel, como tem sido há anos. Nas últimas edições, jornalistas suecos têm acompanhado o anúncio dos vencedores do lado de fora do apartamento do poeta.

O anúncio da premiação do escritor de 80 anos, que é natural de Estocolmo, provocou comoção na pequena plateia que acompanhava a cerimônia na mesma cidade.

Vida

Nascido em 1931, Tranströmer cresceu sozinho com sua mãe, uma professora, depois que ela se divorciou de seu pai, um jornalista. Ele começou a escrever poemas ainda na escola, e teve seu primeiro livro publicado aos 23 anos.

Transtörmer se formou em psicologia e, ao longo de sua carreira, se dividiu entre as duas profissões. Trabalhou como psicólogo em prisões, centros de detenção juvenil e com viciados. Ele vive com sua esposa Monica em Estocolmo.

O representante do comitê disse que Tranströmer foi premiado porque “por meio de suas imagens condensadas e translúcidas, ele nos oferece um novo acesso à realidade”.

Obra

Um dos poetas mais importantes da Suécia, Tanströmer nasceu em 1931 e lançou sua primeira obra, “17 dikter” (“17 poemas”), em 1954. Ele estudou psicologia e poesia na Universidade de Estocolmo.

Sua obra foi traduzida para mais de 50 idiomas. Entre os títulos mais importantes, estão “Windows and stones”, de 1966, que trata de temas de suas muitas viagens, e “Baltics”, de 1974.

Fonte:G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s