Sony desenvolve Chips que transmitem 6.3 Gbps na faixa de 60 Ghz

Circuito do Chip Sony que transmite na velocidade de 6.3 Gbps

Quando gravamos com nossos smartphones um vídeo em formato FullHD 1920×1080 Pixels e 24 bits de cor (16 milhões de cores), um arquivo de apenas 10 segundos nesse formato tem exatamente o tamanho de: 59,33 MB (Mega Bytes). Para chegar nesse cálculo faça o seguinte: multiplique os pixels horizontais pelos verticias, pegue o resultado e multiplique pelo formato em pixels de cor 24, depois pegue o resultado divida por 8 (um byte) e divida por 1.048.576 (1024 bytes x 1024 bytes – 1 MB (mega byte).

Mas a Sony e uma equipe do Tokyo Institute of Technology, desenvolveram chips que permitem transferências de dados na velocidade de 6.3Gbps (806,4 MB/s – Mega bytes por segundo), na banda dos 60GHz; e que para além dessas incríveis velocidades (que permitem transferir os 50GB de um disco Blu-Ray em pouco mais de um minuto), são também bastante eficientes – o que os tornam adequados para os equipamentos móveis.

Compreendendo a divisão das telas em pixels

Veja a divisão das telas em pixels dos atuais dispositivos
Veja a divisão das telas em pixels dos atuais dispositivos

1080p Tecnicamente, é o nome abreviado de um tipo de resoluções de telas ou monitores. O número 1080 representa 1080 linhas de resolução vertical, enquanto a letra p denota uma varredura progressiva. É considerado um formato de HDTV. O uso do termo pressupõe geralmente um formato widescreen 16:9, o que implica uma resolução horizontal de 1920 pixels, equivalendo a uma resolução com 2 073 600 pixels no total. A freqüência em hertz de quadros por segundo pode deduzir-se pelo contexto ou ser especificada a seguir à letra p, por exemplo, 1080p30, significando 30 hertz.

A designação 1080p é também utilizada para descrever a capacidade de equipamentos de vídeo. O uso do termo 1080p e do diretamente relacionado 1080i em embalagens de produtos podem se referir a uma gama de capacidades. Por exemplo, um equipamento de vídeo qualificado como 1080p pode ter baixa resolução de imagem reformatada para exibição em alta resolução. A imagem resultante é diferente da gerada por um equipamento que gere realmente 1080p. Da mesma forma, um equipamento capaz de exibir 720p e 1080i pode não ter capacidade para exibir material em 1080p ou 1080i em resolução completa. É comum que este material tenha qualidade inferior à capacidade nativa do equipamento. O termo “capacidade nativa 1080p” é, por vezes, utilizado para se referir a equipamentos com capacidade de renderizar 1080p plenamente.

Fonte:Titech

Fonte:Wikipedia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s