Carros elétricos começaram a ser testados no Brasil desde 2010

O primeiro taxi elétrico foi lançado em 2010 em Curitiba e tem autonomia de 100 km por carga de bateria.

O primeiro carro elétrico lançado em 2010 para testes foi um Pálio Wekeend, inaugurado pela Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) e conta com um consórcio de empresas privadas e órgãos governamentais, estaduais e federais. O táxi elétrico está funcionando no Aeroporto Afonso Pena, possui autonomia de até 100 quilômetros e seus clientes compram a passagem pela cooperativa dos taxistas.

A Copel está apostando nesta ideia pensando no meio ambiente, pois o táxi elétrico não polui e não emite qualquer tipo de barulho. E não é só a Copel que está investindo, pois o projeto tem parceria com o Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec), a Itaipu Binacional e outras empresas privadas.

A Nissan entregou dia 05/06/2012 o primeiro taxi elétrico para a capital paulista

Nissan Leaf, recarrega em até 8h e possui autonomia de 160 km.

A Nissan entregou nesta terça-feira as duas primeiras unidades do veículo elétrico Leaf, que faz parte do programa piloto para avaliar a viabilidade de veículos elétricos operarem como táxi na cidade de São Paulo. O estudo é um dos primeiros resultados concretos do acordo assinado em junho de 2011 entre a Prefeitura de São Paulo, a Renault-Nissan e a AES Eletropaulo, e que conta também com a Adetax (Associação das Empresas de Táxi de Frota do Município de São Paulo). O programa piloto contará com uma rede de recarga, todos a cargo da AES Eletropaulo. Ao todo, serão 15 pontos, sendo cinco unidades de carregamento rápido – a ideia é que os taxistas gastem 30 minutos no carregamento rápido e demorem oito horas para o carregamento total, que promete autonomia de 160 km, e deve ser feito durante o período da noite. Os modelos elétricos estarão disponíveis em um ponto na Avenida Paulista com a Rua da Consolação. Segundo informações da Prefeitura de São Paulo, está prevista para outubro a segunda fase do projeto com a entrega de outros oito táxis.

A prefeitura estima ainda que o custo com abastecimento vai cair. O órgão estima que para rodar 160 km, se gasta R$ 33,70 com etanol e com gasolina, R$ 39,25. Com a recarga de energia elétrica o custo deverá cair para R$ 7,11.

Fonte:CarMaganize

Fonte:Tecmundo

Fonte:Investia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s