4 respostas em “Simbolo Ateu

    • Prezado Ivo Dornas

      Muito cuidado com esse pensamento, nossa capacidade pensante está condicionada à nossa simulação cerebral, isso foi confirmado inclusive pelos ganhadores do Nobel 2021 de medicina este ano. Nosso cérebro simula tudo o que somos e até ao presente momento 27/11/2021 os resultados são os seguintes:

      Nova demarcação do conhecimento padrão século 21

      O conhecimento começa com ∅

      C = ∅
      Universo = 100% leis da física
      Corpo humano = 100% leis da física
      Ser humano = 100% simulação cerebral = 100% subespacial (fluxo cognitivo/consciência)
      Ente = tudo o que existe
      Ser = Possibilidades do Ente
      Vazio = Existente
      Nada = Inexistente
      Espaço e Subespaço = possibilidades existenciais!
      Ente ∩ Ser = ∅
      Vida ∪ ∅ = Vida
      Morte ∩ ∅ = ∅

      Conhecimento = CVJV (crenças verdadeiras, justificadas e válidas)

      PCI = Produto de crenças em inexistentes (deus, espíritos, fantasmas, fé, sobrenatural, etc.)
      PCE = Produto de Crenças em Existentes (universo, leis da física e matemática).

      Resumo de supremo e ínfimo do conjunto vazio = ∅ = { }

      Considerando os reais estendidos, Re = R ∪ {− ∞, + ∞} podemos obter:

      Se considerarmos ∅, todo x ∈ R um limite superior de ∅. Portanto, o supremo de ∅ deve ser o min (R), que geralmente é −∞.
      Se considerarmos ∅, todo x ∈ R um limite inferior de ∅. Portanto, o ínfimo de ∅ deve ser o max (R), que geralmente é +∞.

      sup ∅ = min ( { − ∞ , + ∞ } ∪ R ) = − ∞
      inf ∅ = max ( { − ∞ , + ∞ } ∪ R ) = + ∞
      Exemplo: ∅ ⊆ ∅

      Provas

      Supremo e Ínfimo do conjunto vazio ∅ ou { }

      Um conjunto de números reais S é limitado acima se houver um número real M tal que x ≤ M para cada x ∈ S. Qualquer número M é chamado de limite superior para S. A definição de limitado abaixo é semelhante, e dizemos que S é limitado se for limitado acima e abaixo.

      Um número x ∈ R é o supremo, ou menor limite superior de S, se x é um limite superior para S, e se y for qualquer limite superior para S, então x ≤ y.

      Para o supremo, escolha um número real com a propriedade de que não existe um elemento do conjunto que o exceda. Como o conjunto está vazio, qualquer número real serve, agora comece a empurrar o número cada vez mais abaixo até que a condição seja violada. Como não há nenhum elemento do conjunto para violar a condição, você pode continuar empurrando-o cada vez mais para baixo indefinidamente – então o supremo é o “menor” valor possível −∞, raciocínio semelhante justifica que o mínimo seja + ∞. Isso é puramente heurístico.

      Concordo que é contraintuitivo, é o único caso em que o supremo é menor que o ínfimo. No entanto, isso decorre da definição. Uma maneira de pensar sobre isso é que o supremo de um conjunto S é o que obtemos se pegarmos um ponto e arrastá-lo para baixo de ∞ até que ele não possa ir mais abaixo sem atingir S e o ínfimo é o que acontece se tomarmos um ponto e arrastá-lo de −∞ até que atinja S. Ou seja, meio que imaginamos S como um bloco intransitável de coisas cujo supremo e ínfimo, estão presos nas laterais dele. Mas se não há S, então não há bloqueio, e conforme prendemos esses pontos juntos, eles simplesmente passam um através do outro e continuam – eles sempre tiveram movimento para dentro, mas agora nada os impede, então eles acabam em −∞ e ∞ respectivamente, tanto quanto possível.

      Uma vez que todo número real x é um limite superior para ∅, x ≥ sup ∅ para todo x ∈ R. Portanto o sup ∅ = −∞. Raciocínio semelhante fornece inf ∅ = + ∞.

      Dizemos que x é o supremo de um conjunto S se x for o menor limite superior de S. Ou seja, x ≥ S para todos s ∈ S e x ≤ y para qualquer y que seja um limite superior de S. Portanto, se considerarmos ∅, todo x ∈ R é um limite superior de ∅. Portanto, o supremo de ∅ deve ser o min (R), que geralmente é −∞. Podemos raciocinar da mesma forma para o ínfimo.

      Resumo de supremo e ínfimo do conjunto vazio = ∅ = { }

      Considerando os reais estendidos, Re = R ∪ {− ∞, + ∞} podemos obter:

      Se considerarmos ∅, todo x ∈ R um limite superior de ∅. Portanto, o supremo de ∅ deve ser o min (R), que geralmente é −∞.
      Se considerarmos ∅, todo x ∈ R um limite inferior de ∅. Portanto, o ínfimo de ∅ deve ser o max (R), que geralmente é +∞.

      sup ∅ = min ( { − ∞ , + ∞ } ∪ R ) = − ∞
      inf ∅ = max ( { − ∞ , + ∞ } ∪ R ) = + ∞

      Exemplo: ∅ ⊆ ∅

      Conclusão

      Devido à nossa simulação cerebral não podemos ter acesso direto à realidade física (única existente), é por esse motivo que inventamos a matemática para podermos realizar a interseção e somente o que estiver dentro dela – representado pela fórmula: CVJV (crenças verdadeiras, justificas e validadas), – pode ser considerado válido e assertivo.

      Segue leituras recomendadas aqui mesmo no meu blog

      https://rcristo.com.br/2019/12/20/qual-a-origem-do-conhecimento-a-resposta-e/
      https://rcristo.com.br/2020/10/27/matematica-do-vazio-resolva-equivocos-e-pense-com-clareza/
      https://rcristo.com.br/2020/11/06/xeque-mate-nas-crencas-em-inexistentes-o-conhecimento-precisa-ser-verdadeiro-e-justificado/
      https://rcristo.com.br/2021/07/02/somos-uma-simulacao-gerada-pelo-nosso-cerebro/
      https://rcristo.com.br/2021/02/16/o-que-e-espaco-e-subespaco-em-sentido-amplo/
      https://rcristo.com.br/2021/11/11/resolva-suas-duvidas-sobre-espacos-e-subespacos-leis-da-fisica-versus-matematica/

      Desejo a você vida longa, próspera com estudos e pesquisas constantes. Abs.

      {RC}

      Curtir

Deixe uma resposta para americo caetano dsantos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.