Arquivo da categoria: Internet

Tudo sobre internet.

Compartilhar sinal de internet e wireless não é mais crime no Brasil

Compartilhamento de WiFiO compartilhamento aberto de sinal de wireless e internet não figura mais como crime de pirataria no Brasil. A 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília, negou por unanimidade nesta sexta-feira (13) o recurso do Ministério Público Federal (MPF) que considerava crime o compartilhamento de sinal de internet. De acordo com a decisão, a retransmissão de dados não configura “atividade clandestina de telecomunicação”.

Segundo o TRT, o compartilhamento de sinal é um “serviço de valor adicionado” e não tem relação com o crime previsto no artigo 183 da lei nº 9.472/1997, que prevê detenção de dois a quatro anos, aumentada em 50% caso haja dano a terceiros, e multa de R$ 10 mil para quem desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação.

De acordo com o MPF, na aquisição de um serviço de provedor de internet estão previstos os serviços de valor adicionado e de valor de telecomunicações. Por considerar a transmissão de dados uma “atividade de telecomunicação”, quem compartilhar o sinal de internet deve ser condenado pela exploração clandestina da atividade, diz o recurso.

O relator do processo, juiz Carlos D’Avila Teixeira, contestou o argumento do MPF. “A conduta narrada parece ser irrelevante jurídico-penalmente. No caso dos autos, bastou a simples instalação de uma antena e de um roteador wireless para que fosse possível a efetiva transmissão de sinal de internet por meio de radiofrequência. Portanto, a conduta do réu resume-se à mera ampliação do serviço de internet banda larga regularmente contratado, o que não configura ilícito penal.”

WiFiSegundo Teixeira, também não foi constatada nenhuma interferência nos sinais de rádio que pudesse causar prejuízos ao provedor ou a usuários do serviço. “O preceito típico-incriminador citado pela denúncia consiste na transmissão, emissão ou recepção, por fio, radioeletricidade, meios óptico ou qualquer outro processo eletromagnético de símbolos, caracteres, sinais, escritos, imagens, sons ou informações de qualquer natureza. Rigorosamente, em face da disciplina legal, não me parece ser adequada à hipótese o compartilhamento de sinal de internet.”

Agora estamos livres para gerar sinais de wireless ou transmitir a internet sem burocracia, podemos instalar potentes antenas e sermos provedores regionais sem ter a preocupação de estar agindo conta a lei. Pois se a internet contratada chegar até a nossa antena privada, nós podemos retransmitir sem qualquer penalidade legal. Isso é mais uma vitoria da liberdade de compartilhar o nosso sinal, afinal já estamos pagando por ele.

Fonte: G1

A evolução das TVs e a experiência da segunda tela

As TVs estão cada vez mais conectadas à internet um exemplo disso são as Smart TVs que realizam uma integração das tecnologias de internet com TVs de alta definição que possuem essa funcionalidade. Mas a bola da vez é outra; também tem a ver com internet, mas vai além. É a tecnologia “second screen” – do inglês, “segunda tela” – que usa os dispositivos móveis como tablets e smartphones para oferecer uma extensão do conteúdo apresentado na TV.

A aposta é grande e parece certeira. Afinal, a segunda tela não tenta criar um novo comportamento nos telespectadores, apenas aproveita uma tendência já consolidada. Diversas pesquisas ao redor do mundo dão conta que cerca de 70% das pessoas que possuem smartphones ou tablets utilizam os aparelhos enquanto assistem TV.

“A segunda tela amplia a experiência com base no conteúdo que você vê na primeira tela, ter a possibilidade de interagir, navegar, votar, comprar, recomendar, participar com os amigos. A experiência é bem ampla”, afirma Gustavo Mills, CEO da Klug TV.

Isso talvez seja o mais interessante; são inúmeras as possibilidades para enriquecer a programação da TV ou de um filme, por exemplo. No Brasil, a primeira grande experiência com a “second screen” na TV aberta foi realizada durante a Copa das Confederações.

“Durante os jogos, tudo que acontecia na tela tinha uma extensão para o usuário. Ele não precisava abrir o aplicativo e ficar tentando encontrar o conteúdo. Ele já estava disponível para ele. No momento de um gol do Neymar, por exemplo, você poderia dar a nota pro Neymar”, conta Mills.

Mas mesmo antes da bola rolar, a série “Hannibal”, sobre o famoso canibal Hannibal Lecter, utilizou os recursos da segunda tela para trazer informações extras da atração em tempo real. Enquanto o usuário assistia ao seriado, recebia detalhes sobre o fato, bastidores de cenas, relações entre os personagens e até curiosidades sobre o ator.

Nos Estados Unidos, algumas emissoras também já oferecem aplicativos para determinadas programações utilizando a “second screen”. Além de extras, os apps permitem também total integração com redes sociais, como Twitter e Facebook.

Além de você, telespectador, quem também deve ganhar – e muito – com a novidade é a publicidade. Imagine receber na tela do seu smartphone a oportunidade de comprar um acessório ou roupa que o artista estiver usando… As mulheres com certeza ficariam animadas com a ideia de comprar as mesmas roupas e joias usadas pelas atrizes de novelas em tempo real. Os trinta segundo dos comerciais também seriam estendidos para a tela do seu dispositivo com a possibilidade de compra imediata… já pensou?!

Tudo bem, mas como a “second screen” funciona? Basicamente, existem duas formas de sincronizar o conteúdo extra com o que está passando na TV. A primeira, totalmente automatizada, é através de uma marca d’água digital. Com o aplicativo aberto, o microfone do seu smartphone ou tablet capta um som emitido pela TV que só o aparelho é capaz de identificar; este é o sinal para que determinado conteúdo seja exibido na tela do seu dispositivo móvel naquele momento. A segunda maneira, indispensável para programas “ao vivo”, é a sincronização manual, na qual um operador publica determinado conteúdo quando for conveniente.

Independente da forma como for feito, o importante é a experiência do usuário. Mais uma vez, é a internet e o mundo virtual influenciando a forma como assistimos televisão. Outra novidade anunciada recentemente e que segue a mesma tendência é o Chromecast; uma espécie de pendrive que através da entrada HDMI transforma uma TV normal em um dispositivo inteligente. O dispositivo permite que através de uma rede wi-fi, você espelhe a tela do seu smartphone, tablet ou computador na tela da sua TV.

O Chromecast funciona tanto com aparelhos com sistema Android e também iOS, além do navegados Chrome para Macs e PCs. Outro diferencial do dispositivo, pelo menos nos Estados Unidos, é o preço: 35 dólares, pouco mais de 70 reais. Nada que se compare aos set top boxes (aparelhos de tv a cabo ou equivalente) já disponíveis no mercado. Infelizmente não há previsão de quando o Chromecast começará a ser vendido fora dos Estados Unidos.

O vídeo de apresentação do Chromecast mostra como é fácil de usar a novidade: depois de plugá-lo na TV, é só baixar os aplicativos para smartphone ou tablet e escolher o que assistir no Netflix, YouTube ou Google; depois, é só pressionar um botão e o conteúdo surge na TV. Realmente, ao lado do second screen, mais uma novidade para revolucionar a nossa relação com a TV.

Créditos: Olhar Digital

Google adquire Waze – o aplicativo de informações sobre trânsito

WazeO Google acabou de adquirir o aplicativo Israelense Waze, que faz um grande sucesso junto aos motoristas, cujo foco é o compartilhamento de rotas mais inteligentes e informações em tempo real sobre problemas típicos do trânsito.

Concorrência

Anteriormente, comentava-se que o Facebook e até mesmo a Apple também estariam na disputa pela compra da empresa israelense – no entanto, o CEO da “maçã”, Tim Cook, negou que a companhia tenha feito um lance pelo Waze.

Independência

De acordo com o executivo do Google, Brian McClendon, por enquanto a equipe de desenvolvimento do Waze continuará trabalhando em Israel de forma separada.

De olho no Google Maps

McClendon também comentou as possibilidades de melhorias do Google Maps com a aquisição. “Estamos animados com a possibilidade de melhorar o Google Maps com alguns dos recursos de atualização de trânsito fornecidos pelo Waze e também de melhorar o Waze com as capacidades de busca do Google.”

Fonte: Idgnow

Um estudo da Cisco afirma que o Brasil terá 52% de pessoas conectadas à internet até 2017

O tráfego IP global deve triplicar de 2012 a 2017

CISCOO Cisco® Visual Networking Index (VNI), divulgado mundialmente hoje, prevê que o tráfego global do protocolo de Internet (IP) triplicará entre 2012 e 2017. O tráfego IP global (fixo e móvel) deverá atingir uma taxa anual de 1,4 zettabytes – mais de um trilhão de gigabytes por ano – até 2017, chegando a aproximadamente 121 exabytes por mês até 2017, contra cerca de 44 exabytes por mês em 2012 (121 exabytes equivalem a 30 bilhões de DVDs, ou 28 trilhões de MP3; ou 750 quatrilhões de mensagens de texto).

O estudo atualizado inclui o crescimento do tráfego IP fixo global e as tendências de adoção de serviços, complementando o VNI Global Mobile Data Traffic Forecast lançado no início deste ano.

Impulsionadores do tráfego IP global

Mais usuários de Internet

  • Em 2017 haverá cerca de 3,6 bilhões de usuários de Internet – mais de 48% da projeção demográfica mundial (7,6 bilhões).

  • Em 2012 havia 2,3 bilhões de usuários de internet – cerca de 32% da população mundial (7,2 bilhões).

Mais Dispositivos/Conexões

  • Em 2017, haverá mais de 19 bilhões de conexões de rede (dispositivos fixos, móveis, conexões M2M, etc.), em comparação com os 12 bilhões registrados em 2012.

Banda Larga Fixa Mais Rápida

  • Espera-se que a média global de velocidade de banda larga fixa aumente cerca de 3,5 vezes entre 2012 e 2017, passando de 11,3 Mbps para 39 Mbps.

  • A média global de velocidade de banda larga fixa aumentou 30% de 2011 a 2012, de 8,7 Mbps para 11,3 Mbps.

Aumento no uso global de serviços/aplicações de vídeo

  • Usuários globais da rede irão gerar 3 trilhões de minutos de vídeo de Internet por mês, ou seja, 6 milhões de anos de vídeo por mês, ou 1,2 milhão de minutos de vídeo a cada segundo, o que equivale a dois anos de vídeo por segundo.

  • Até 2017, haverá quase 2 bilhões de usuários de vídeo pela Internet no mundo (excluindo aqueles exclusivamente móveis), comparado a 1 bilhão de usuários de vídeo da Internet em 2012.

Em 2012, 26% do tráfego da Internet teve origem nos dispositivos não-PC, mas até 2017 a participação dos dispositivos não-PC crescerá para 49%. O tráfego originado nos PCs crescerá numa taxa composta anual de 14%, enquanto outros dispositivos/conexões terão taxas de crescimento de tráfego maiores ao longo do período de previsão ― TVs (24%), tablets (104%), smartphones (79%) e módulos máquina a máquina (M2M) (82%).

À medida que provedores de serviços globais desenvolvam a Internet de última geração, quase metade da população mundial terá acesso à rede e à Internet até 2017. Na média o acesso à internet a partir de uma residência gerará globalmente 74,5 gigabytes por mês. Em comparação, em 2012, o acesso residencial gerou 31,6 gigabytes de tráfego por mês.

O prognóstico da Cisco também revelou que a “Internet das Coisas” (a conexão em rede de objetos físicos) está mostrando um crescimento tangível e terá um impacto mensurável sobre as redes IP mundiais. Globalmente, o número de conexões M2M triplicará, passando de 2 bilhões em 2012 para 6 bilhões até 2017. O tráfego IP global anual de M2M crescerá 20 vezes nesse mesmo período — de 197 petabytes em 2012 (0,5% do tráfego IP global) para 3,9 exabytes até 2017 (3% do tráfego IP global). Aplicações como vídeo vigilância, medidores inteligentes, rastreadores de ativos, animais de estimação/rebanhos com chips, monitores digitais de saúde e uma série de outros serviços M2M de última geração estão impulsionando esse crescimento.

Resumo das Principais Conclusões do Cisco VNI

Projeções e Análises do Tráfego IP Global

  • Até 2017 o tráfego IP global anual atingirá 1,4 zettabytes (taxa composta de crescimento anual de 23% entre 2012 e 2017). – Um zettabyte equivale a um sextilhão de bytes.

  • Até 2017 mais tráfego terá percorrido as redes globais do que em todos os anos de Internet somados até hoje:

o 1984-2012: 1,2 zettabytes

o Previsão 2017: 1,4 zettabytes

  • O tráfego no “horário de pico” da Internet (ou horas do dia em que o tráfego é mais intenso), aumenta mais rapidamente do que a média do tráfego de Internet. O tráfego nos horários de pico da Internet aumentou 41% em 2012, em comparação ao crescimento de 34% no tráfego médio.

  • O tráfego metropolitano superará o tráfego de longa distância em 2014 e representará 58% do tráfego IP total até 2017. O tráfego metropolitano crescerá quase duas vezes mais rápido que o tráfego de longa distância entre 2012 e 2017.

  • Redes de Entrega de Conteúdo (Content delivery networks – CDNs) carregarão mais da metade do tráfego total da Internet até 2017.

  • Dispositivos Wi-Fi e móveis conectados gerarão 68% do tráfego da Internet até 2017.

  • Quase a metade do tráfego IP total terá origem em dispositivos não-PC (incluindo tablets, smartphones e televisores) até 2017.

Tendências de Destaque na rede IP

  • O tráfego fixo/Wi-Fi crescerá a uma taxa anual composta de 26% entre 2012 e 2017, comparado a uma taxa anual composta de 16% para o tráfego fixo/cabeado.

  • Globalmente, uma residência média tinha 4,7 dispositivos / conexões (incluindo M2M) em 2012; uma residência média terá 7,1 dispositivos / conexões (incluindo M2M) até 2017 (taxa anual composta de crescimento de 8,8%).

  • Em nível global haverá 8 bilhões de dispositivos/conexões fixos e móveis e compatíveis com IPv6 em 2017, comparados a 1,6 bilhões em 2012 (taxa composta de crescimento anual de 38%).

  • Globalmente, 42% de todos os dispositivos/conexões fixos e móveis em rede serão compatíveis com o IPv6 em 2017, comparados aos 14% em 2012.

Projeções de Tráfego IP em Nível Regional e de País

  • A região Ásia Pacífico gerará o maior tráfego IP até 2017 (43,4 exabytes/mês), mantendo sua liderança desde o ano passado.

  • O Oriente Médio e a África continuarão a ser as regiões de tráfego IP de maior crescimento entre 2012 e 2017 (um crescimento de 5 vezes, com taxa composta de crescimento anual de 38% ao longo do período de previsão); A região Oriente Médio/África também teve crescimento mais rápido no ano passado (crescimento de 10 vezes, com taxa composta de crescimento anual de 57% para o período de previsão entre 2011 e 2016) nessa categoria.

  • Até 2017, os países com maior geração de tráfego serão os Estados Unidos (37 exabytes por mês) e China (18 exabytes por mês).

  • Sobre o crescimento do tráfego IP por países, a Índia terá a maior taxa de crescimento, com taxa composta de crescimento anual de 44% entre 2012 e 2017. A segunda é a Indonésia (taxa composta de crescimento anual de 42%) e a terceira é a África do Sul (taxa composta de crescimento anual de 31%) ao longo do período de previsão.

Composição Regional do Crescimento no Tráfego IP

  • Ásia Pacífico: 43,4 exabytes/mês até 2017, taxa composta de crescimento anual de 26%, crescimento de 3 vezes.

  • América do Norte: 40,7 exabytes/mês até 2017, taxa composta de crescimento anual de 26% , crescimento de 3 vezes.

  • Europa Ocidental: 24,3 exabytes/mês até 2017, taxa composta de crescimento anual de 17%, crescimento de 2 vezes.

  • Europa Central: 8,8 exabytes/mês até 2017, taxa composta de crescimento anual de 21%, crescimento de 3 vezes.

  • América Latina: 7,4 exabytes/mês até 2017, taxa composta de crescimento anual de 17%, crescimento de 2 vezes.

  • Oriente Médio e África: 3,5 exabytes/mês até 2017, taxa composta de crescimento anual de 38%, crescimento de 5 vezes.

Principais Previsões para Consumidores e Negócios

Consumo Global de Vídeo de Internet do Consumidor

  • Globalmente haverá quase 2 bilhões de usuários de vídeo pela Internet (excluindo aqueles exclusivamente móveis) até 2017, em comparação a 1 bilhão de usuários de vídeo de Internet em 2012.

  • O tráfego de vídeo de Internet para TV aumentará quase 5 vezes entre 2012 (1,3 exabytes por mês) e 2017 (6,5 exabytes por mês).

Tráfego de Vídeo de Internet HD e 3D

  • Até 2017, vídeos de internet 3D e HD totalizarão 63% do tráfego de vídeo na internet destinado a consumidores (não corporativo).

  • Os vídeos avançados de internet (3D e HD) aos consumidores aumentarão 4 vezes entre 2012 e 2017.

Tráfego Global de VoD do Consumidor

  • O tráfego VoD aumentará 3 vezes entre 2012 e 2017.

Tráfego Global de Compartilhamento de Arquivos de Internet do Consumidor

  • O tráfego peer-to-peer (P2P) diminuirá numa taxa anual composta de -9%, enquanto o tráfego de compartilhamento de arquivos baseado na web crescerá numa taxa anual composta de 17% de 2012 a 2017.

  • Até 2017, o tráfego global P2P representará 65% do tráfego global de compartilhamento de arquivos pela internet, em comparação a 85% em 2012.

Tráfego IP Corporativo Global

  • O tráfego IP corporativo global, que inclui Internet, backup, VoIP, etc, quase triplicará entre 2012 e 2017.

  • Em 2012, o tráfego IP corporativo representava 20% do tráfego IP global total mensal (o tráfego IP de consumidor representou 80% do tráfego IP global total mensal).

  • Até 2017, o tráfego IP corporativo representará 18% do tráfego IP global total mensal (o tráfego IP de consumidores representará 82% do tráfego IP global total mensal).

Tráfego Global de Vídeo de Internet de Negócios

  • O tráfego de vídeo de internet de negócios aumentará 5,3 vezes entre 2012 e 2017

  • O tráfego de vídeo de internet de negócios cresceu 52% em 2012.

  • Os vídeos representarão 58% de todo o tráfego de internet de negócios em 2017, comparado a 31% em 2012.

Destaques do VNI Service Adoption

Está disponível hoje também o estudo complementar da Cisco – o Cisco VNI Service Adoption Forecast, que inclui taxas de crescimento globais e regionais de serviços de negócios, consumidores móveis e residenciais.

Destaque

  • Globalmente, a população era de 7,160 bilhões em 2012 e chegará a 7,563 bilhões até 2017 (taxa composta de crescimento anual de 1,1%).

  • Globalmente havia 1,996 bilhões de domicílios em 2012; haverá 2,167 bilhões de domicílios até 2017 (taxa composta de crescimento anual de 1,7%).

Residencial

  • No mundo todo havia 1,832 bilhões de internautas com acesso à Internet fixa em 2012; o índice prevê 2,459 bilhões de internautas residenciais com acesso à Internet fixa em 2017 (taxa composta de crescimento anual de 6,1%).

  • No mundo todo havia 1,598 bilhões de TVs em 2012; haverá 1,744 bilhões de TVs em 2017 (taxa composta de crescimento anual de 1.8%).

Consumidor móvel

  • Globalmente, havia 3,789 bilhões de consumidores móveis em 2012; estima-se que em 2017, consumidores móveis serão 4,635 bilhões (taxa composta de crescimento anual de 4,1%).

Corporativo

  • Globalmente, havia 1,408 bilhões de usuários corporativos de Internet em 2012; estima-se que haverá 1,965 bilhões de usuários corporativos de Internet em 2017 (6,9% CAGR).

  • Globalmente, havia 495 milhões de usuários corporativos de telefones móveis em 2012; estima-se que haverá 565 milhões de usuários corporativos de telefone móveis em 2017 (taxa composta de crescimento anual de 2,7%)

Principais destaques do tráfego de dados no Brasil

Tráfego IP

  • No Brasil, o tráfego IP crescerá aproximademente 2 vezes entre 2012 e 2017, com uma taxa de crescimento anual composta de 17%.

  • O tráfego IP atingirá 3.3 Exabytes por mês em 2017, frente ao 1.5 Exabytes por mês em 2012.

  • O tráfego IP em 2017 será o equivalente a 10 bilhões de DVDs por ano, 822 milhões de DVD´s por mês ou um milhão de DVD´s por hora.

  • Em 2017, o gigabite equivalente a todos os filmes feitos até agora vão cruzar a rede IP do país a cada duas horas.

Tráfego via Internet

  • Mais da metade da população brasileira (52%) terá acesso à Internet em 2017.

  • Serão 110 milhões de usuários de internet em 2017 no país, frente aos 67 milhões em 2012.

  • O tráfego na Internet crescerá 2,2 vezes entre 2012 e 2017, com uma taxa de crescimento anual de 17%.

  • O tráfego na internet atingirá 3 exabytes por mês em 2017. Em 2012 eram 1.4 Exabytes por mês.

  • O tráfego na internet em 2017 será o equivalente a 9 bilhões de DVD´s por ano, 746 milhões de DVDs por mês e 1 milhão de DVD´s por hora.

  • O volume do tráfego da internet no país em 2017 será o equivalente a 297 vezes o volume de todo a internet brasileira de 2005.

  • O tráfego médio da internet em 2017 atingirá 9 Tbps, o equivalente a 7.570.000 pessoas transmitindo vídeo em alta definição simultaneamente.

  • O tráfego na internet em períodos de pico em 2017 atingirá 28 Tbps, o equivalente a 23.510.000 pessoas transmitindo vídeo em alta definição simultaneamente.

Internet Vídeo

  • O tráfego de vídeo pela Internet no País crescerá 3 vezes entre 2012 e 2017, com uma taxa de crescimento anual de 24%.

  • O tráfego de vídeo pela Internet (incluindo consumidores e de negócios) no Brasil será o equivalente a 77% de todo o tráfego da Internet em 2017, frente da média de 57% de 2012.

  • Serão 110 bilhões de minutos de conteúdo de vídeo atravessando a internet por mês em 2017. Em 2012 eram 50 bilhões de minutos.

  • O tráfego de vídeos via Internet para TV será o equivalente a 6% do tráfego de vídeos dos consumidores via Internet fixa em 2017 no Brasil. Em 2012 era equivalente a 1%. O tráfego de vídeos via Internet para a TV aumentará 13 vezes entre 2012 e 2017.

Dispositivos

  • No Brasil haverá 611 milhões de dispositivos em rede em 2017, um aumento em relação aos 412 milhões em 2012.

  • Serão 2,9 dispositivos em rede por habitante em 2017, um aumento em relação à taxa de 2 por pessoa em 2012.

  • Os PC´s representaram 95% do tráfego IP no Brasil em 2012 e serão 80% do tráfego IP em 2017. Já os dispositivos portáteis, como smartphones e tablets representaram 1% do tráfego IP em 2012, com projeção de aumento para 10% em 2017.

Evolução da velocidade da banda larga

  • A velocidade média da banda larga no Brasil aumentará 2,5 vezes entre 2012 e 2017, passando de 5,5 Mbps para 14 Mbps. As velocidade das conexões móveis crescerá 7 vezes até 2017, atingindo uma velocidade média de 1.7 Mbps.

  • 58% das conexões de banda larga serão mais rápidas do que 5 Mbps em 2017, um aumento em relação aos 42% de hoje, e 31% das conexões de banda larga serão mais velozes do que 10 Mbps em 2.

Conexões de rede

  • O tráfego de conexões fixas Wi-Fi vai crescer três vezes entre 2012 e 2017, alcançando 1.7 Exabytes por mês em 2017 no Brasil.

Declaração de apoio

Doug Webster, vice-presidente de marketing de produtos e soluções da Cisco

Recursos e Ferramentas On-line Cisco VNI Forecast

  • Para acessar dados regionais e por país, incluindo mais detalhes do Brasil: Cisco VNI Forecast Highlights Tool

  • Resultados detalhados e completos do estudo: Cisco VNI Forecast and Methodology, 2012 – 2017 White Paper

  • Visualização personalizada do crescimento de vários tipos de tráfego de rede no mundo todo (revisto para o período de previsão 2012-2017): Cisco VNI Forecast widget

  • O Cisco VNI Service Adoption Forecast White Paper oferece uma visão única das tendências mundiais e regionais de serviços e aplicativos de última geração de usuários finais de negócios, consumidores móveis e residenciais, mercados prioritários e dispositivos e conexões relevantes.

  • A ferramenta Cisco VNI Service Adoption Forecast Highlights Tool fornece conclusões globais e regionais sobre usuários e assinantes, dispositivos e conexão, e taxas de penetração de adoção dos serviços.

  • As ferramentas Mobile Service Provider Abstract Network (M-SPAN) e Cable/Telco Service Provider Abstract Network (CT-SPAN) da Cisco permitem que operadores de rede gerem suas próprias previsões com base na metodologia e premissas VNI.

  • O aplicativo móvel Cisco VNI Forecast permite que usuários de smartphones iPhone e Android visualizem e selecionem destaques de previsão global, regional e em nível de país a partir de seus dispositivos.

  • O aplicativo móvel Cisco Data Meter (Medidor de Dados) permite que usuários de smartphones e tablets iOS e Android monitorem facilmente seu uso de dados de celular e wi-fi, testem o desempenho de sua conexão de rede e muito mais.

Sobre a Cisco Systems

A Cisco (NASDAQ: CSCO) é líder mundial em Tecnologia da Informação, que ajuda empresas a aproveitarem as oportunidades do amanhã, demonstrando que coisas supreendentes acontecem quando se conecta o que antes estava desconectado.

Créditos: SEGS

The Pirate Bay muda de nome e agora se chama The Hydra Bay

O famoso site de compartilhamento pirata da internet chamado Pirate Bay, mudou de nome e lugar, agora se chama The Hydra Bay e tem sua sede na Noruega e Espanha.

O Pirate Bay se alia aos Partidos Piratas da Noruega e da Catalunha, depois de sofrer nas mãos dos Suecos. A mudança de administração foi decidida depois de algumas apreensões pelas autoridades e ameaças de processos em tribunais por parte da Right Alliance, um grupo antipirataria composto por produtores de música e cinema.

A escolha da Noruega e da Espanha como países hospedeiros, justifica-se pela legislação dos dois países, mais favorável ao compartilhamento de conteúdos na Internet. Segundo a lei espanhola, sites de compartilhamento e download de arquivos são legais. No passado, processos em tribunais contra serviços do mesmo tipo não tiveram sucesso.

Para além de mudar de localização, o site muda também de nome para “The Hydra Bay”. A ideia parece ter origem na Hidra de Lerna, figura da mitologia grega com nove cabeças que conseguiam regenerar-se.

O The Pirate Bay sofreu vários golpes ao longo dos anos por parte de campanhas antipirataria: em 2006, os servidores localizados na Suécia foram apreendidos, mas o site continuou a resistir. Em 2009, os fundadores do serviço foram condenados por violação de direitos autorais. Atualmente, o site não tem servidores físicos e alojou-se numa “nuvem” na Internet, para evitar que seja desligado.

The Pirate Bay – Away From Keyboard (longe do teclado) – Full HD

Estreou há uma semana no Festival de Cinema de Berlim e, no mesmo dia, foi disponibilizado integral e gratuitamente na Internet, para que todos possam ver sem pagar por isso. The Pirate Bay Away From Keyboard (The Pirate Bay – longe do teclado) é o documentário que acompanha o julgamento dos criadores de um dos maiores e mais conhecidos sites de compartilhamento Pirata da internet.

Quatro anos após o julgamento que condenou os criadores do The Pirate Bay – Gottfrid Svartholm, Fredrik Neij e Peter Sunde – a penas de prisão efetiva e a um total de mais de seis milhões de euros em indenizações, o filme realizado por Simon Klose volta a trazer para a mesa o debate sobre os direitos autorais, a liberdade de compartilhar arquivos online e o direito à cópia privada.

Os três Hackers Suecos foram processados por várias produtoras de Hollywood, bem como algumas empresas de Games, por criarem a rede de compartilhamentos que permitiu a distribuição de filmes e jogos protegidos por Copyright (direitos autorais).

Mas {TPB AFK – The Pirate Bay Away From Keyboard} foi um documentário feito para ser livremente compartilhado por todos sem qualquer contrapartida financeira direta para o seu realizador.

TPB-AFKNo site oficial do filme, Simon Klose explica que prefere que a sua obra seja divulgada gratuitamente, esperando receber benefícios futuros para outros projetos e, claro, para conseguir pagar suas contas.

Quanto mais pessoas virem o meu trabalho, maior impacto o filme terá. {Ao partilhar o filme gratuitamente estou também espalhando o meu nome, isso me ajudará a financiar filmes futuros}, escreveu o realizador.

Apesar de {TPB AFK} estar disponível no YouTube (onde conta com mais de 1,3 milhões de visualizações) e como download gratuito, quem quiser poderá também comprar o documentário em DVD ou formato digital.

Inserido na seção de documentários na 63ª Berlinale, {TPB AFK} não acompanha apenas os detalhes de um dos julgamentos mais midiáticos na Suécia, nos últimos anos, mas revela o lado humano e social de três simpáticos Hackers a quem Hollywood e a indústria do entretenimento encararam como ladrões, reclamando milhões de dólares, alegando prejuízos.

Para assistir em Full HD (internet 10 mbits/s) clique na engrenagem abaixo do vídeo e escolha a resolução desejada. Para ver as legendas em português, clique no quadrinho de legendas e escolha (Português-Brasil).

Fonte: TPB AFK

14 Filmes completos

Dicionário de cama (Romance) – Dublado – Completo

Sinopse

John Truscott (Hugh Dancy) é um jovem oficial inglês que é enviado para a Malásia, para participar dos esforços de colonização britânica no local. Logo ao chegar Truscott tem problemas com a língua local, sendo que para resolvê-lo os Ibans, a tribo nativa do lugar, oferece um “dicionário de cama”, uma nativa que viveria com ele e iria ensiná-lo a língua e os costumes locais.

Inicialmente Truscott recusa a oferta, mas acaba aceitando-a e passa a viver com Selima (Jessica Alba). Porém, Truscott se apaixona perdidamente por Selima, abandonando sua missão, seu país e até mesmo seu idioma, o que provoca a ira de seus oficiais no exército britânico.

Alguém Tem que Ceder (Romance) – Dublado – Completo

Sinopse

Harry Sanborn (Jack Nicholson) é um executivo que trabalha no ramo da música e que namora Marin (Amanda Peet), que tem idade para ser sua filha. Harry e Marin decidem ir até a casa de praia da mãe dela, Erica (Diane Keaton), para visitá-la. Lá Harry sofre uma parada cardíaca, ficando sob os cuidados de Erica e de Julian (Keanu Reeves), um jovem médico local. Aos poucos Harry percebe que está se interessando cada vez mais por Erica, mas tenta esconder seus sentimentos. Julian também sente atração por ela, tornando-se um rival de Harry.

O último portal (Suspense) – Legendado

Sinopse

Dean Corso (Johnny Depp), um especialista em livros raros, é contratado por Boris Balkan (Frank Langella), um milionário de Nova York que tem uma imensa coleção sobre ocultismo e um especial interesse em “Os Nove Portais Para o Reino das Sombras”, um autor veneziano, e publicado em 1666. O livro é ilustrado com nove gravuras que, quando corretamente interpretadas e combinadas com o texto original, teriam o poder de abrir as portas para o mundo das sombras.

O Senhor das Armas (Drama) – Dublado – Completo

Sinopse

Yuri (Nicolas Cage), vê uma enorme oportunidade de entrar no negócio de armas com a queda da então extinta União Soviética, seu plano dá certo mas ele adentra um submundo trágico e violento, mostrando como é o negócio mundial de armas entre as nações que estão em guerra.

O Conde de Monte Cristo (Drama) – Dublado – Completo

Sinopse

O Conde de Monte Cristo (The Count of Monte Cristo) é a clássica história de Alexandre Dumas sobre um jovem inocente que errôneamente, mas deliberadamente, é preso, e de sua brilhante estratégia para se vingar daqueles que o traíram.

O jovem e destemido marinheiro Edmond Dantes (JIM CAVIEZEL) é um rapaz honesto e sincero, cuja vida pacífica e planos de se casar com a linda Mercedes (DAGMARA DOMINCZYK) são abruptamente destruídos quando Fernand (GUY PEARCE), seu melhor amigo, que deseja Mercedes para ele, o trai. Com uma sentença fraudulenta para cumprir na infame prisão da ilha do Castelo de If, Edmond se vê aprisionado em um pesadelo que dura 13 anos.

Assombrado pelo curso que tomou sua vida, com o passar do tempo ele abandona tudo que sempre acreditou sobre o que é certo e errado, e se consume por pensamentos de vingança contra aqueles que o traíram. Com a ajuda de outro preso (RICHARD HARRIS), Dantes planeja e é bem-sucedido em sua missão de escapar da prisão e se transforma no misterioso e riquíssimo Conde de Monte Cristo.

Com uma astúcia cruel, ele se envolve com a nobreza francesa e sistematicamente destrói os homens que o manipularam e o aprisionaram.

Olga (Drama) – Completo – Nacional

Sinopse

Olga Benário (Camila Morgado) é uma militante comunista desde jovem, que é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde faz treinamento militar. Lá ela é encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes (Caco Ciocler) ao Brasil para liderar a Intentona Comunista de 1935, se apaixonando por ele na viagem. Com o fracasso da revolução, Olga é presa com Prestes. Grávida de 7 meses, é deportada pelo governo Vargas para a Alemanha nazista e tem sua filha Anita Leocádia na prisão. Afastada da filha, Olga é então enviada para o campo de concentração de Ravensbrück

O filme retrata uma grande história de amor, em todos os sentidos: a luta; os ideais; o marido; a maternidade. Da infância burguesa na Alemanha à morte numa das câmaras de gás de Hitler, as imagens retratam a alma de uma revolucionária que descobriu o amor e a crueldade no Brasil, onde Olga Benario casou-se com Luís Carlos Prestes, engravidou e foi entregue por Getúlio Vargas aos nazistas.

O Expresso da Meia Noite (Drama) – Dublado – Completo

Sinopse

Um rapaz é pego pelas autoridades da Turquia em uma revista de rotina, no momento que embarcava em um avião, com destino aos Estados Unidos. As autoridades encontram vários pacotes de Haxixe (marijuana), em pacotes grudados no corpo do jovem. Pensando que iria se safar rapidamente, logo começa a viver uma terrível realidade nas prisões da Turquia. Assista o vídeo e saiba como será o final.

Sob o Sol da Toscana (Romance) – Dublado – Completo

Sinopse

A escritora Frances Mayes (Diane Lane) leva um susto quando sua melhor amiga a aconselha a sair de São Francisco e lhe presenteia com uma viagem de 10 dias para a Toscana. Ao chegar, ela impulsivamente compra uma vila quase em ruínas, e acaba vivendo uma aventura repleta de surpresas, amizades e romances que mudarão sua vida para sempre.

Caçadores de Mentes (Drama) – Dublado – Completo

Sinopse

Em uma ilha remota o FBI desenvolve um programa de treinamento para sua divisão de perfis e resgates psicológicos chamada Caçadores de Mentes.Este programa é usado para rastrear serial killers,entretanto o treinamento apresenta problemas quando 7 jovens agentes descobrem que um deles é na verdade um serial killer que está decidido a matar os demais.

Átila o Huno (Aventura) – Dublado – Completo

Sinopse

Átila, rei dos Hunos, consegue reunir várias tribos bárbaras da ásia oriental e atacar o império romano do oriente (Constantinopla), tendo vitórias expressivas que emfraqueceram o império romano, que anos mais tarde teria o seu fim, dando início à idade média (idade das trevas).

Assalto ao Banco Central do Brasil (Drama verídico)

Sinopse

Entre os dias 5 e 6 de agosto de 2005, 36 ladrões leveram R$ 164.755.150.00 dos cofres do Banco Central em Fortaleza (CE), através de um túnel subterrâneo com mais de 80 metros de comprimento. A ousadia da ação, concretizada sem que nenhum alarme disparasse, inspirou livros e, recentemente, o lançamento do longa-metagem que pode ser assistido aqui. Somente 50 milhões foram recuperados, sendo que o restante não foi localizado. Tire suas próprias conclusões.

A vila (Suspense) – Dublado – Completo

Sinopse

Este filme conta a história de uma comunidade que vive alienada e fechada em costumes tradicionalmente criados pelos seus membros mais antigos, que utilizam-se de técnicas psicológicas para manter os membros excluídos do mundo normal.

O mundo imaginário do Dr. Parnassus (Aventura) – Dublado – Completo

Sinopse

É um filme independente de fantasia dirigido e escrito por Terry Gilliam, sob auxílio do roteirista Charles McKeown. O filme segue o líder de uma trupe de teatro itinerante que, tendo feito um pacto com o diabo, conduz o público através de um espelho mágico que explora suas imaginações.

Doce Vingança (Drama) – Dublado – Completo

Sinopse

Jennifer Hills (Sarah Butler) é uma escritora que sai da cidade e vai para uma encantadora cabana na floresta para começar a escrever um novo livro. Mas a presença de Jennifer na pequena cidade chama a atenção de quatro homens, que a estupram, violentam e a espancam. E, antes que possam matá-la, Jennifer se joga em um rio e some. Depois de alguns dias procurando por Jennifer, os quatro homens desistem da busca, acreditando que ela tenha morrido e sido levada pelo rio. Mas ela retorna e começa sua vingança.

Fonte: Youtube