CONCEPÇÕES ERRADAS SOBRE A EVOLUÇÃO HUMANA

Cada vez que os criacionistas tentam desbancar a ciência, eles é que saem desbancados…

Há alguns meses atrás me deparei com a alegação de um criacionista tentando justificar as falhas da evolução humana. O problema é que suas alegações eram negacionistas, e completamente injustificadas. Sem artigos, e na maioria das vezes, sem nexo algum.

De tal forma que cada um dos tópicos que ele me apresentou fiz questão de clarear. Apesar de achar que isso não teve significado algum para ele, uma vez que seu negacionismo era bem expressivo, fiz questão de selecionar todo o seu argumento, e expor aqui minhas pontuações.

Símios, Antropóides ou Primata de grande porte. Símios, Antropóides ou Primata de grande porte.

Eis o que foi apresentado:

Anônimo: Entendo as provas da evolução. Elas são:

“Homem” de Java ou Pithecanthropos erectus, descoberto, em 1891, pelo holandês Eugéne Dubois, em Java. Depois descobriu-se que juntou pedaços de esqueleto de homens e macacos.

“Homem” de Piltdown ou Eanthropos Dawsoni, encontrado por Charles Dawson, na primeira década do…

Ver o post original 1.675 mais palavras

A teoria da evolução precisa de uma reformulação?

…os seres vivos não evoluem para caber em ambientes pré-existentes, mas são co-construções e co-evoluções com os seus ambientes, no processo de mudança da estrutura dos ecossistemas…

Kevin Laland, Tobias Uller, Marc Feldman, Kim Sterelny, Gerd B. Müller, Armin Moczek, Eva Jablonka, John Odling-Smee, Gregory A. Wray, Hopi E. Hoekstra, Douglas J. Futuyma, Richard E. Lenski, Trudy F. C. Mackay, Dolph Schluter& Joan E. Strassmann

Ciclídeos do lago Tanganyika (esquerda) e do Lago Malawi (direita) evoluíram formas corporais semelhantes. Ciclídeos do lago Tanganyika (esquerda) e do Lago Malawi (direita) evoluíram formas corporais semelhantes.

Será que a teoria da evolução precisa de uma reformulação? Sim, urgentemente

Sem um quadro evolutivo prolongado, a teoria negligencia processos-chave, diz Kevin Laland e colegas.

Charles Darwin concebeu a evolução por seleção natural, sem saber que existem genes. Agora a teoria evolucionista tradicional tem se concentrado quase exclusivamente sobre as sucessões e processos que alteram as frequências de genes na genética.

No entanto, novos dados derramam para fora, e campos adjacentes estão começando a minar essa postura estreita. Outra visão da evolução está começando a se cristalizar, em que os processos pelos quais os organismos crescem e…

Ver o post original 3.530 mais palavras

Provando Darwin – Fazendo biologia matemática

Proving Darwin
Formato Epub, clique na foto para baixar. (Divulgação).

O inovador matemático Gregory Chaitin postula que podemos provar como a teoria da evolução de Darwin trabalha em um nível matemático. Durante anos, ele foi bem recebido entre a maioria dos cientistas que, assim como Darwin afirmou, todas as formas de vida da Terra evoluíram por mero acaso. Mas a teoria de Darwin funciona em um nível puramente matemático? Houve tempo suficiente para a evolução produzir a diversidade biológica notável que vemos ao nosso redor?

São perguntas que ninguém respondeu por completo, ninguém tentou respondê-las até agora com o uso da matemática em um nível tão profundo. Neste livro esclarecedor e provocativo, “Gregory Chaitin” argumenta que não podemos ter certeza se a evolução faz sentido sem uma teoria matemática. Ele elucida o esquema matemático que desenvolveu e pode explicar a própria vida, e examina as obras de pioneiros matemáticos como John Von Neumann e Alan Turing através das lentes da biologia. Chaitin apresenta uma introdução acessível à metabiologia, uma nova forma de pensar a ciência biológica que destaca as estruturas matemáticas que sustentam o mundo biológico. Fascinante, Provando Darwin deixa claro como a biologia pode ter encontrado seu maior aliado na matemática.

Fonte: Ebooke.org